HGH-USA.COM

Symbiotropin
Meditropin

 

 

 

 
Français

English

Español

Deutsche

Português
 

Página Principal         Termos e condições         Contato       Compra agora  ►►►       Symbiotropin         Meditropin


Interação do hormônio do crescimento
com outros hormônios

" Envelhecer não é para maricas. "             
- Katherine Hepburn         

CAPÍTULO 7

Tal como o nosso conhecimento de vários hormônios anti-envelhecimento tem expandido, temos continuado a ganhar compreensão das várias maneiras que estas substâncias funcionam. A experiência clínica destes profissionais na área da terapia de reposição hormonal coincide com nossos próprios dados que, quando uma ampla variedade de hormônios é administrada, baixas doses de cada hormônio individual pode ser utilizada. Isto é particularmente desejado no caso da alta atividade do estrogênio e testosterona que, carregam o risco junto com os seus benefícios, quando são utilizados em doses super-fisiológicas. O objetivo na reposição de qualquer hormônio é aproximar-se e manter os níveis fisiológicos, caso contrário, estaremos duvidando da natureza. Assim que estamos compreendendo mais sobre os efeitos do GH na estimulação do DHEA, testosterona e do estrogênio, a pergunta na mente de muitos pesquisadores é, "Alguns dos efeitos anti-envelhecimento observados destes hormônios ocorrem como um resultado secundário da estimulação do GH?"

É importante distinguir entre o uso natural e sintético dos hormônios. Muitos médicos nos Estados Unidos são familiarizados com o uso de drogas sintéticas patentes, por exemplo, o Premarin como uma substituição para o estrogênio, o Provera como substituto da progesterona, e o metil-testosterona como substituto da testosterona. Estas drogas sintéticas não são as mesmas que seus homólogos, fabricados pelo organismo, por isso, não são reconhecidas ou metabolizadas como as naturais. As versões não patenteadas (portanto, menos rentáveis e menos promovidas) desses hormônios naturais estão disponíveis e, geralmente menos dispendiosos. Alguns clínicos argumentam contra o uso de hormônios naturais devido problemas de absorção, mas isso é contestável sendo que todos esses hormônios estão disponíveis nos sistemas de entrega das farmácias que transcendem a limitação da utilização de cápsulas. Além disso, há uma variedade de substância botânicas que apóiam e também a ação de vários hormônios. Vamos ver os efeitos de alguns desses hormônios que desaparecem ao envelhecer e as opções que estão disponíveis em substituí-los.

 

Estrogênio

O termo "estrogênio" representa uma família inteira de substâncias com estruturas químicas semelhantes que ligam aos receptores do estrogênio no corpo. Há três tipos de estrogênios produzidos pelo corpo: estrona, estradiol e estriol.

Apesar do homem produzir estrogênio em quantidade limitada, é relacionado com o desenvolvimento de características sexuais secundárias em mulheres e é utilizado primariamente como um hormônio de reposição nas mulheres. O estrogênio é necessário para a manutenção adequada do tecido ósseo através da inibição dos osteoblastos. Foi mostrado que em reduzir o risco de doenças cardíacas e em controlar o colesterol LDL. Mantendo níveis estáveis de estrogênio é importante no controlo de afrontamentos, no humor e outros sintomas associados com a menopausa. O estrogênio tem um efeito estimulatório no GH, e vice versa. Ele está disponível em forma sintética e é comumente prescrito como Premarin ou Estrace, que contém alta atividade de estradiol e estrona. Estes produtos são contra-indicados em mulheres com histórico de cânceres relacionados às células sexuais.

Seus efeitos colaterais incluem ganha de peso, possível aumento no risco de câncer de mama, humor instável, depressão, cefaléia, baixa função da tireóide e alto risco de derrame cerebral. Na Europa, a forma mais comumente prescrita de estrogênio é o estriol. Esta forma não tem a contra-indicação e efeitos colaterais que as outras formas de estrogênios têm. É até usada em mulheres que têm câncer de mama porque acredita-se ter um efeito protetor contra esta doença devastadora.

Fisiologicamente, a presença de estriol tem uma taxa de efeito limitante na produção dos estrogênios de alta atividade que podem causar sintomas de TPM e outros sinais de dominância do estrogênio. Muitos herbalistas e médicos naturalmente orientados, recomendam fitos-estrogênios de fontes botânicas como o dong quai, alcaçuz e soja. Formas concentradas desses estrogênios botânicos parecem ser eficaz no tratamento e prevenção de cânceres das células sexuais - o NIH continua a conduzir pesquisas nesta área.

Estrasterona é um suplemento estrogênio natural. Mediante a combinação da única fonte botânica conhecida do estriol com outros fitos-estrogênios e com apoio da progesterona em erva, o produto oferece a mesma atividade estrogénica de .625 mg. (a mais comum dose prescrita) de Premarin sem a longa lista de efeitos colaterais. Estudos feitos sobre os efeitos de uma cápsula por dia de Estrasterona indicam que há uma redução de 92% nos afrontamentos como também 88% - 90% de melhora nos outros sintomas da menopausa, como cefaléia, humores depressivos, insônia - todos dentro de três semanas.

 

Progesterona

A progesterona refere-se à uma molécula específica conforme for produzida pelo organismo, porém, o termo é frequentemente usado incorretamente para descrever compostos que são, efetivamente, progestinas, como a droga Provera. A progesterona, utilizado principalmente em mulheres, promove crescimento no tecido ósseo e em várias maneiras contrapesa os efeitos indesejáveis na dominância do estrogênio, como inchaço, cólica, humor instável, depressão e cefaléia. A progesterona também facilita a função da tireóide e tem um efeito protetor contra muitos cânceres de células sexuais. Enquanto a progesterona natural é conhecida por ser livre de efeitos colaterais (é produzida em quantidades grandes pela placenta durante a gestação) e não é diretamente relacionada com o desenvolvimento de características sexuais secundárias, isto não é o caso com progestinas sintéticas. As progestinas não estimulam o crescimento no tecido ósseo e também não fornecem os mesmos benefícios que a progesterona natural, com a exceção da sua proteção contra câncer endometrial. Além disso, as progestinas têm muitos efeitos colaterais incluindo a composição de risco aumentado de câncer de mama associado com estrogênios sintéticos, inibição da função da tireóide, levando a ganha de peso, depressão e cefaléia. Por qual motivo a maioria dos médicos continuam a prescrever progestinas sintéticas? Isto é devido a progesterona natural não ser patente e também a não ser bem-promovida. A progesterona é o precursor para a maioria dos hormônios adrenais e também um estimulante do GH. Experiências clínicas mostram que quantidades menores da progesterona são necessárias com o uso na terapia do GH. Ambos, GH e a progesterona, são estimulantes eficaz no crescimento ósseo, assim faz sentido em usá-los com estrogênio natural no tratamento de osteoporose.

A progesterona natural tem problemas de absorção quando for tomada oralmente, e assim é superado com o uso tópico, A dermasterona é utilizada em vários produtos da progesterona natural que emprega transdermal (sobre a pele), sendo assim sustentada pelo sistema de entrega da liberação para simular melhor a maneira em que a progesterona é liberada durante todo o dia.

 

Testosterona

A testosterona tem sido tradicionalmente conhecido como o hormônio sexual masculino, como ele está envolvido nas características sexuais secundárias. É importante, para os homens e mulheres, na estabilização do humor, promove desejo sexual, mantém densidade óssea, queima gordura corporal e na construção dos músculos. Os efeitos de baixos níveis de testosterona, que ocorre em homens durante o envelhecimento, é coletivamente referido como a andropausa. Os sintomas da andropausa inclui ganha de peso, desejo sexual diminuído, dificuldade em manter ereção, osteoporose (incomum) e depressão. Em mulheres, baixos níveis de testosterona pode causar aridez vaginal, depressão e falta de desejo sexual. Pensa-se que a testosterona é o estimulante do GH mais potente de todos os hormônios sexuais.

A testosterona é prescrita geralmente como um gel e é conhecido por ter problemas na absorção quando for administrada oralmente, mas com a forma de entrega adequada, esses problemas podem ser superados. Há produtos botânicos que contêm testosterona para apoio, como também esteróides botânicos que simulam seus efeitos. A Testrasterone incorpora um sistema de propriedades de entrega com glândulas ativas e com apoio da testosterona botânica.

 

DHEA

Este leve hormônio androgênio é produzido pela glândula adrenal nos homens e mulheres. DHEA é um precursor para outros hormônios adrenais e diminui com a idade em ambos os sexos. Estudos em animais conduzidos com DHEA indicam que é um promotor da longevidade. A DHEA não só é um estimulante do hormônio do crescimento, mas o mecanismo que controla sua produção, particularmente regulação da insulina, é relacionado àqueles que controlam a secreção do GH. DHEA é disponível em duas formas moleculares, DHEA livre e DHEA de sulfato. A absorção oral da DHEA livre á superior à sua forma de sulfato, mas pode variar dependendo no tamanho da partícula. A utilização da DHEA micronizada garante ótima absorção e produz um resultado previsível em termos dos níveis sanguíneo.

Como é o caso com os outros hormônios, quanto mais DHEA não é melhor. Níveis de DHEA super-fisiológicos podem soterrar as glândulas adrenais e causar excesso de produção de estrogênio, testosterona e outros hormônios enquanto cria uma regulação baixa e dependência de DHEA. Clinicamente, temos encontrado que a utilização de DHEA secretada em uma maneira uniforme é dispersada em quantidades de microgramas durante um período de doze horas que impede o excesso de produção dos hormônios secundários. Adicionalmente, a utilização de botânicos de apoio e glândulas adrenais frequentemente permite a dose necessária de DHEA a diminuir ao longo do tempo.

 

Hormônio Tireoidiano

A função da tireóide diminui com a idade não só devido o declínio na produção de hormônio tireoidiano, mas também por causa da resposta inibida das células para o hormônio do tireóide. Por isso, muitas pessoas que têm deficiência na tireóide não são capazes de detectá-los estritamente com a utilização do teste sanguíneo. A tireóide regula o metabolismo e temperatura do corpo e afecta todas células do corpo. Os sintomas da deficiência da tireóide inclui baixa temperatura corporal, fadiga, humor instável, depressão, ganho de peso inexplicável, ciclos menstruais irregulares, cabelos e unhas desidratadas e unhas quebradiças. Aumentando o GH tem um efeito profundo na normalização da função Tireoidiano, como também com o uso de progesterona e estriol natural. Muitos pacientes necessitam de doses mais baixas da medicação Tireoidiano, ou eventualmente nenhuma, quando uma variedade de terapias hormonais são introduzidas. T4 (Synthroid) é a forma de medicamento tireoidiano mais prescrito, mas muitas pessoas não responde sintomaticamente devido outros desequilíbrio hormonais, deficiências nutricionais, ou influências autoimune: estas influências são difíceis de avaliar completamente, a tireóide baseada nas glândulas do Armour é frequentemente uma escolha melhor.

 

Melatonina

A melatonina tem mantido seu status como um dos hormônios de anti-envelhecimento mais popular no mercado. Pesquisadores têm indicado que alguns dos benefícios da melatonina pode ser devido seu efeito estimulatório na liberação do GH. Há alguma cautela contra sua utilização diária, especialmente àqueles que podem não ser deficientes. É abundantemente claro que a terapia com hormônio do crescimento induz um sono mais profundo e eficiente. Os pacientes constantemente relatam sonhos mais vívidos com o uso da Symbiotropin, e outros pacientes que tinham distúrbio crônico do sono relataram uma superação logo após fazer  terapia com Symbiotropin. A melatonina provavelmente tem o seu papel de reposição hormonal quando usada intermitentemente. Mais pesquisas ajudaria compreender se a Symbiotropin tem um efeito mensurável sobre a melatonina que é correlativo com a melhora sintomática.

 

_______________________________

Minha pressão arterial tem diminuído e continua baixa depois de começar com Symbiotropin.

-S.B. (Mulher, 45 anos)

_______________________________

 

 

Cápitulo 6                                                                                                                                                 Capítulo 7


E-mail

HGH-USA.COM   Copyright © 2002-2013   ProhGH
®
Advanced Medical Knowledge And Techniques, Inc.